Empregos

Concurso da Polícia Federal reabre inscrição para incluir cota

Novo prazo de cadastramento para esse grupo começa nesta terça-feira, dia 7, e vai até 13 de agosto

Agência O Globo

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília – responsável pelo concurso público da Polícia Federal (PF) — retificou o edital da seleção, que oferece 500 vagas, para ambos os sexos. O objetivo da mudança é permitir a inscrição de candidatos negros e/ou pessoas com deficiência, no cargo de perito criminal (o que não estava previsto).

O concurso está reabrindo as inscrições e o prazo de solicitação de isenção de taxa somente nesses casos específicos. O novo prazo de cadastramento para esse grupo começa nesta terça-feira, dia 7, e vai até 13 de agosto, na página oficial da seleção. Mas o número de oportunidades oferecidas permanece o mesmo.

Há vagas para os seguintes estados: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, além de unidades de fronteira.

Provas

A data provável da primeira fase do concurso também foi alterada. Agora, as provas objetivas e a avaliação discursiva serão aplicadas em 16 de setembro, para todos os inscritos, em vários estados.

Os locais e os horários serão divulgados no dia 6 de setembro de 2018, no Diário Oficial da União e na internet.

Em seguida, haverá as fases de exame de aptidão física, avaliação médica e avaliação psicológica. A prova oral será aplicada somente para candidatos ao cargo de delegado, em Brasília (DF). No caso dos que vão concorrer ao posto de escrivão, haverá teste prático de digitação. A avaliação de títulos será feita somente com os candidatos a delegado e perito criminal.

Salários

Os cargos de delegado e perito criminal têm remuneração de R$ 22.672,48 para 40 horas semanais de trabalho, em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva. As funções de agente, escrivão e papiloscopista têm ganhos mensais de R$ 11.983,26, nas mesmas condições.

Confira os requisitos de cada cargo

Todos precisam ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no curso de formação profissional, além de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria "B", no mínimo.

Também é necessário estar em dia com as obrigações eleitorais e militares (neste último caso, para candidatos do sexo masculino).

Graduação exigida

Delegado — Diploma de bacharel em Direito e comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial (Ciências Contábeis, Engenharia Elétrica, Ciências da Computação, Geologia, Química, Medicina e Farmácia, entre outros).

Perito criminal federal — Diploma de conclusão de curso superior em nível de graduação dos cursos especificados.

Agente — Diploma de conclusão de curso superior em nível de graduação.

Escrivão — Diploma de conclusão de curso superior em nível de graduação.

Papiloscopista — Diploma de conclusão de curso superior em nível de graduação.

Em casos de dúvidas

Mais informações podem ser obtidas na Central de Atendimento ao Candidato do Cebraspe, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, no Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cebraspe ou pelo telefone (61) 3448 0100.