Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > diversão > ibicho!
Whatsapp Whatsapp
Felinos

Cerca de 250 gatos são retirados da Colônia de Piatã, em Salvador

Retirada de gatos da Colônia de Piatã, em Salvador, foi determinada pelo Ministério Público do Estado da Bahia

Gabriela Braga • 02/04/2024 às 13:10 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

A Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Resiliência e Proteção Animal (Secis) iniciou, na manhã desta terça-feira, uma megaoperação para retirar gatos abandonados da Colônia de Piatã, na orla de Salvador. Cerca de 250 animais serão realocados para a ONG Doce Lar, localizada no CIA-Aeroporto. Posteriormente, os felinos serão disponibilizados para adoção.


				
					Cerca de 250 gatos são retirados da Colônia de Piatã, em Salvador
Cerca de 250 gatos são retirados da Colônia de Piatã, em Salvador. Fotos: Bruno Concha/Secom PMS

A titular da Secis, Marcelle Moraes, informou que os gatos vão para uma ONG escolhida através de chamamento público e todos os custos dos animais serão mantidos pela Prefeitura. “A Prefeitura estará arcando com todos os custos destes animais desde o resgate até o acolhimento, alimentação, vacina, remédio, caixinha de areia e o que mais vier a precisar até a adoção”, disse a gestora.

Leia mais:

Justiça determinou retirada dos gatos da Colônia de Piatã

A pedido do Ministério Público estadual, a Justiça determinou em janeiro de 2024 que a Diretoria de Promoção à Saúde e Proteção Animal (Dipa), órgão Secis, apresentasse ao MP, no prazo de 15 dias, um plano de ação para a retirada de todos os gatos que se encontravam em situação de risco ou abandono, localizados em vias públicas, indicando um local habilitado para recebê-los.

Além disso, a Justiça também determinou que a Prefeitura Municipal retirasse detritos, entulhos e restos de alimentos que pudessem degradar o meio ambiente e causar prejuízos para a saúde pública na ‘Colônia de gatos de Piatã’, obedecendo o Código Sanitário do Município.

Segundo a promotora de Justiça Joseane Suzart, autora da ação, “a situação dos animais na ‘Colônia de gatos de Piatã’ demonstra irregular atuação do Poder Público municipal, uma vez que a Praça de Piatã, situada nesta capital, tornou-se um local de abandono para gatos, que não têm um abrigo adequado para repouso, alimentação e sobrevivência”.


				
					Cerca de 250 gatos são retirados da Colônia de Piatã, em Salvador
Cerca de 250 gatos são retirados da Colônia de Piatã, em Salvador. Fotos: Bruno Concha/Secom PMS

A ação desta terça-feira teve o apoio de outros órgãos da administração municipal, a exemplo da Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman), Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal) e Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), além da Guarda Civil Municipal (GCM) que atuará em Piatã evitando o abandono de gatos, e da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), que fará a limpeza e desinfecção do local, que será cercado.

“Posteriormente, virá um projeto da Prodetur, onde vamos requalificar toda a orla marítima e essa parte de Piatã será contemplada”, completou a secretária.


				
					Cerca de 250 gatos são retirados da Colônia de Piatã, em Salvador
Cerca de 250 gatos são retirados da Colônia de Piatã, em Salvador. Fotos: Bruno Concha/Secom PMS
Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM IBICHO! :

Ver mais em iBicho!