Candidatos ao governo da Bahia analisam participação em debate da TV Bahia


Foto: g1 Bahia

Após o debate realizado pela TV Bahia na noite desta terça-feira (28), os candidatos ao governo da Bahia, Kleber Rosa (PSOL), ACM Neto (União Brasil), Jerônimo Rodrigues (PT) e João Roma (PL) analisaram a participação e o desempenho dos adversários.

Foto: Alan Oliveira / iBahia

Kleber Rosa criticou a postura dos adversários na disputa pelo governo. “Eu não concordo como o João Roma trata o assunto, não é piada. A piada a gente deixa lá fora. É um assunto sério, muito caro para nós, que fazemos essa luta uma vida inteira. Eu acho que o candidato ACM Neto vai acabar recuando da besteira que está fazendo, está se constrangendo e constrangendo o povo da Bahia. Acho que esse era um dos temas que precisam ser discutidos e eu me sinto feliz por ter tratado com a seriedade que merece”

Foto: Alan Oliveira / iBahia

O candidato do União Brasil, ACM Neto, afirmou que houve uma combinação para que ele fosse “deixado de lado” no debate.

“Primeiro, acho que ficou muito claro que havia um jogo combinado no terceiro e no quarto bloco para não me darem direito de falar. Lamento que o candidato que se diz candidato de Lula e o outro que se diz candidato de Bolsonaro façam jogo casado aqui na Bahia. É inacreditável, mas ficou evidente. Todos poderam ver. Eles pediram tanto o debate e correram do debate. Em relação a minha autodeclaração, eu já dei todas as explicações sobre esse assunto”, disse.

Foto: Nathália Amorim / iBahia

Já Jerônimo Rodrigues (PT) afirmou que o momento vivido é de “extrema importância”. “Eu quero fazer uma avaliação da importância do debate. Nós estamos precisando dessa democracia ser fortalecida. Nós temos clareza que essas eleições deverão demarcar uma importante mudança no estado Brasil. A volta de Lula, no primeiro turno, significará para a gente um conjunto de ações, da geração de emprego, combate à fome, é importante demarcar isso. Eu acredito que o debate acaba ajudando a gente a convencer as pessoas”, analisou.

Foto: Nathália Amorim / iBahia

Por fim, João Roma criticou ACM Neto por declarações dadas no debate. “Eu acho uma grande deselegância, uma arrogância dele, uma falta de caráter, um egoísta aficionado por poder. Eu lamento muito que ele venha buscar questões pessoais em um debate político. Eu não atuo da cintura para baixo, como o candidato tem feito. A parte do humor é simplesmente o ridículo nacional que está acontecendo, esse vexame que a gente está passando, sem saber qual é a cor dele. Está claro no estatuto da igualdade racial que quem se auto denomina pardo, é afrodescendente.

Leia mais sobre Eleições 2022 no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.