Eleições 2022: entenda o que fazem os deputados e senadores e saiba a importância de escolher bem


Na maioria das vezes, os eleitores escolhem deputados estaduais e federais e senadores sem conhecer em quem estão investindo seus votos, e acabam cometendo um erro. Responsáveis pelo legislativo, os cargos são fundamentais para o bom funcionamento da democracia.

No quarto episódio da série “Pra que serve a política?”, do telejornal BATV, da TV Bahia, o repórter Eduardo Oliveira ajuda a entender o que fazem essas autoridades e porque é importante escolher bem, lembrar em quem votou e cobrar o trabalho deles.

A reportagem, que foi ao ar nesta quinta-feira (22), tem produção de Giulia Marquezini. A série apresenta ainda nesta semana mais uma matéria.

Para quem não sabe, o presidente e os governadores não atuam sozinhos. Eles dependem de deputados e senadores, e vice-versa. As decisões sobre a sociedade partem das negociações entre esses representantes, e é preciso saber negociar.

“Ao votar, o cidadão deveria ter consciência disso. Antes de imaginar que vai colocar alguém que vai mandar e resolver tudo, ele tem que pensar em alguém que seja capaz, para ser presidente ou para ser governador, que seja capaz de dialogar com poderes que às vezes são formados por partidos diferentes dos deles”, diz o cientista político Paulo Dantas.

A Bahia tem 1 vaga para o Senado, 63 na Assembleia Legislativa e 39 na Câmara Federal. Serão eles que vão votar leis que geram impacto direto na vida do cidadão. Por isso, aquela amnésia geral depois do voto pode trazer problemas para todo mundo.

“Quando alguém se candidata a deputado federal ou a deputado estadual dizendo que vai fazer e acontecer, que vai exercer o mandato de acordo exclusivamente com as suas convicções, pode desconfiar desse cara ou dessa mulher, porque o seu ofício não é votar e agir exclusivamente de acordo com as suas convicções. O ofício do deputado estadual e federal é votar e se conduzir sempre buscando a melhor solução média entre as várias alternativas que existem lá”, explica o cientista político.

Pesquisar o que o seu candidato fez ou quer fazer é o primeiro passo para evitar problemas. Mas como fazer isso de uma forma segura, fugindo das fake news? Esse é o assunto da última reportagem da série, que vai ao ar nesta sexta-feira (23).

Leia mais sobre Eleições 2022 em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.