Rotina de férias infantis deve contar com atividades lúdicas e fl


As férias chegaram e com elas a dúvida: o que fazer para garantir que as crianças tenham seus dias ocupados com atividades interessantes e brincadeiras criativas? Para os pais que continuam trabalhando, essa questão ainda é mais delicada, já que ficam impossibilitados de acompanhar os pimpolhos.  Para ajudar, a psicopedagoga Alice Ramos dá algumas dicas importantes. Além do descanso necessário, é possível programar atividades que contribuirão para o desenvolvimento e aprendizagem dos pequenos, mesmo nesta época. “O importante é evitar que a criança entre em uma situação de estresse dentro de casa, sem nenhuma atividade ou brincadeira”,  afirma.

Por isso, segundo a especialista, os pais devem evitar que o filho fique apenas assistindo televisão, jogando vídeo games ou passe horas na internet.

“As possibilidades são inúmeras, vale apostar na criatividade e disposição. Algumas sugestões de atividades são andar de bicicleta, fazer caminhada, jogar bola, visitar ambientes culturais e ler bons livros. Assim, certamente estarão reforçando a união em família e ampliando as referências da criança”, recomenda Alice.
 
As férias, reforça a especialista, têm um papel essencial no desenvolvimento emocional, social e cognitivo.
“O brincar, por exemplo, possibilita desenvolver a socialização, ampliando a capacidade de fazer amizades, resolver problemas e lidar com frustrações. Além disso, permite adquirir noção espacial e corporal, estimula a organização do raciocínio, a construção do conhecimento e a autonomia da criança”, explica ela. 

Vale lembrar que reservar um tempo para o descanso também é fundamental para a saúde emocional. Este período longe da escola, deve contar com certa flexibilidade por parte dos pais, afinal dez meses de compromissos diários merecem um período para descanso.  “O ideal é deixar as crianças brincarem daquilo que desejam e modificar a rotina sistematizada”, sugere.