Chamado de palmeirense em entrevista, Gabriel rebate: "sou Bahia"


Revelado no Bahia e hoje destaque no Flamengo, o meia-atacante Gabriel enviou uma nota de esclarecimento inusitada à imprensa nesta terça-feira (4). A intenção do jogador é negar que torce pelo Palmeiras e reafirmar que é torcedor “do Bahia desde criança”, como costuma dizer sempre em entrevistas. Tudo aconteceu por conta de declarações do atacante Rafael Gladiador, companheiro de Gabriel na base do Tricolor.

O site do canal ESPN fez uma matéria sobre Gabriel com causos contados pelo atacante, que atualmente defende o Zacapetec, do  México. “Ele cantava o dia inteiro quando a gente morava junto. Cantava o hino do Palmeiras, que era o time de infância dele, e do Flamengo também. Não sei se ele imaginava que ia para lá, mas cantava direto. Ele é bem alegre, todo mundo gosta dele, até quem não conhece vê a simpatia”, disse Rafael à rádio ESPN.
Ao saber das declarações do amigo, Gabriel respondeu. “Eu simpatizo com o Palmeiras porque meu avô Flávio, campeão brasileiro de 1959 pelo Bahia, também jogou no Palestra Itália, mas todos  que me conhecem sabem que sou torcedor do Bahia desde criança, por questões familiares, por ter sido o clube que iniciei minha carreira profissional e por ter muita identificação com a torcida”, disse o jogador.
Gabriel ainda falou sobre o momento dele no Flamengo e disse torcer para que o Bahia não seja rebaixado. “Hoje, estou muito feliz no Flamengo, pois vivo meu melhor momento na carreira, é o clube que defendo, tem uma história gloriosa e uma torcida fantástica. Torço pela permanência do Bahia na Série A, mas meu foco está no Flamengo, para buscar o título da Copa do Brasil e terminar o Brasileiro na melhor colocação possível”, completou.

Junto com nota de esclarecimento, jogador mandou fotos da infância para “provar” que é torcedor do Bahia

Resenha – À rádio ESPN, Rafael Gladiador contou ainda que Gabriel costuma fazer imitações de cantores famosos na concentração. “O Falcão (técnico do Bahia em 2012) sempre fazia uma reunião um dia antes dos jogos nas concentrações. E aí todo mundo estava brincando e pedindo pro Gabriel cantar e imitar o Luiz Carlos do ‘Raça Negra’. Ficou igualzinho (risos)! O Falcão nunca tinha ouvido e ficou louco, achou muito engraçado, pediu para repetir várias vezes, mas ele ficou com vergonha. Depois que ele faz, fica com vergonha (risos). Ele sabe imitar vários cantores, tipo o Belo”, contou.
Gabriel e Rafael Gladiador chegaram a morar juntos, perto do Fazendão, logo depois que Maranhão deixou o Bahia para jogar no México. Maranhão morava com Gabriel e Rafael estava à procura de apartamento. “Nunca tivemos problemas, moramos mais de um ano e nos respeitávamos muito”, disse Rafael.