Estúdio iBahia

Da intuição a espontaneidade: conheça a originalidade de Flerte F

Flerte Flamingo é o sétima atração dos 9 artistas que integram a nova edição do Estúdio iBahia

Redação iBahia
28/10/2021 às 20h00

6 min de leitura

O sentir, a intuição e a espontaneidade são verdadeiros mantras para eles. Em paralelo, a responsabilidade de criar e transmitir a vivência das pessoas é algo essencial. A suavidade da voz de Leonardo Passovi e a originalidade criada por César Neto, Rodrigo Santos e Igor Quadros é um casamento perfeito para os ouvidos amantes de uma boa música. Essa é a banda Flerte Flamingo, sétima atração da nova edição do Estúdio iBahia.

O grupo nasceu em 2014, passou por muitos momentos de transformação, até chegar ao quarteto que conhecemos hoje. Mas, desde o início nada foi imposto e sim construído. O som, que tem chamado atenção no cenário musical baiano, teve uma combinação sutil entre o orgânico e o intuitivo. 

“A gente se conheceu de uma maneira um tanto aleatória, mas não tanto surpreendente porque muitos de nós, meio que já sabíamos quem o outro era…Nós começamos a tocar juntos e a proposta era, diferentemente das bandas que a gente assistia dos nossos amigos e conhecidos, não chegar com nada pré-concebido, tipo: ‘nós queremos tocar tal tipo de música’, e sim tocar o que mais correspondesse a nossa vontade, o que a música pedisse. A gente iria criar algo de maneira um pouco mais espontânea, seguindo as nossas ideias e a maneira de expressar o que a gente pensa e sente; o que aquela canção dissesse que queria ser, seria”, explicou Leonardo. 

Flerte Flamingo surgiu em 2014 (Foto: Acervo Flerte Flamingo)

Em sucessos como ‘Ladinho’, ‘Espero que você entenda’ e o mais recente ‘Criatura do mal’, é possível visualizar a potência que a junção de ritmos pode ter e é apresentado pelo grupo. Samba, Rock e MPB são mixados em plena sintonia. Os instrumentos podem ser escutados com nitidez e isso te leva para muitos lugares. Quando questionado sobre as referências utilizadas por eles, Leonardo disse:

“Quando a gente vai fazer uma canção, a gente não se prende a influências artísticas. Às vezes acontece, mas a gente se pega mais a humores. Isso aqui é uma pessoa correndo na Barra, isso aqui é 06h da manhã tomando café na varanda, sabe? Eu acho que essa música é mais fim de tarde voltando de carro de Stella Mares. Porque a gente gosta de servir de trilha sonora para as pessoas que estão vivendo momentos…oferecer músicas para todo tipo de humor é importante”, pontuou.

O período pandêmico afetou a banda, mas trouxe um momento de sair do on-line e valorizar o off-line (Foto: Acervo Flerte Flamingo)

O nome ‘Flerte Flamingo’ é algo único e que se destaca. O grupo se divertiu ao contar a história de como esse nome surgiu durante a entrevista. 

“Um baterista que tocou com a gente, um dia abriu a tela de descanso do computador do trabalho dele e tinha uma foto com dois flamingos entrelaçando o pescoço um no outro. E absolutamente do nada, ele falou pra mim em um grupo do whatsapp: ‘ai oh, o nome da banda poderia ser flerte flamingo’. E a gente estava procurando um nome na época, a gente tinha tentado vários e nenhum funcionava muito bem, e eu falei: ‘é, podia ser mesmo’. Todo mundo dizia pra gente: ‘Não! Não tem como! A sonoridade é ruim, duas palavras começando com F, vai ser difícil de pronunciar’. Só que de repente, a gente mudou a maneira de tocar e quando começou a tocar uma coisa mais brasileira, mais baiana, aí a coisa começou a fazer mais sentido. De repente, as pessoas que diziam que o nome não ia funcionar falaram: ‘Claro, que é esse nome’. É tudo uma questão estética”, brincou Leonardo. 

COMPOSIÇÃO E ORIGINALIDADE 
O envolvimento de todos da banda é algo extremamente natural. Leonardo é responsável pelo vocal principal e pela guitarra. César também integra o vocal e em paralelo o baixo da banda. Rodrigo agrega com a guitarra, o teclado e como backing vocal. E fechando o ciclo, Igor Quadros na bateria. Para eles, muitos artistas já fizeram parte ou trouxeram características para que essa formação fosse de sucesso. Um dos destaques? Tincoãs.

“Pô, é música baiana da mais fina qualidade e uma expressão vocal muito bonita. É um trio vocal. E nós no Flerte, temos três cantores tanto eu, como o César e Rodrigo. Eu acho que aquele tipo de expressão e de manifestação tem estado em pauta na música baiana aliás, da própria época deles…eles viraram uma espécie de relíquia, hoje em dia, quem conhece é exceção. Eu acho que todo mundo deveria conhecer e é parte da nossa missão e da minha maior vontade com a banda é trazer aquilo de volta aos ouvidos das pessoas“, declarou Leonardo. 

Grupo tem sucessos como ‘Ladinho’ e ‘Criatura do Mal’ (Foto: Acervo Flerte Flamingo)

O período pandêmico afetou a banda, mas trouxe um momento de sair do on-line e valorizar o off-line, mesmo lançando ‘Criatura do Mal’ em 2020 – single que já ultrapassou 400 mil visualizações nas plataformas de streaming.

“Logo que pipocou, a gente deu uma parada brusca e ficamos meses sem ensaiar. A gente aproveitou pra trabalhar canções que já tinham sido escritas e as restrições todas fizeram adaptar a nossa maneira de criar junto. A gente aderiu ao processo de se isolar durante o certo período e tiramos quatro dias ou uma semana para ir à casa de praia e ficamos tocando diariamente sem ter aquela preocupação”, revelou o líder da banda. 

Novos singles e shows estão no radar da Flerte. Mas como disse Leonardo, ‘tudo sem muita expectativa para que os lançamentos sejam incríveis’. Ele não deu muitos detalhes do que está por vir, mas deixou um recado especial sobre a importância de um olhar mais apurado para o cenário alternativo e da consciência da identidade que a Flerte vai imprimir nos novos projetos. 

“Para muitas pessoas fazer uma música nada mais é do que a tradução plena e artística da falta do que fazer e do atrevimento. A gente tem que encarar com profissionalismo e com seriedade, mas é necessária, quase imprescindível, que você sinta que está cometendo um ato de atrevimento com a ousadia. Porque sentir que você está fazendo aquilo que você não deveria um pouco, faz com que você banque um pouco melhor, porque o principal elemento pra criar é a ousadia. Qualquer matéria de criação”, finalizou. 

Confira na íntegra a participação de Flerte Flamingo no Estúdio iBahia

[youtube QtKuV6bCvOg]

Confira clipes de ‘Ladinho’ e ‘Criatura do Mal’

[youtube 2_qgFdRXtVo]

[youtube NvfJ0lN7vvc]