Fitness

Pilates: uma modalidade completa que pode ser praticada em casa

O método de condicionamento físico trabalha concentração, respiração e equilíbrio

Redação Dino

A pandemia vem sendo desafiadora em diversos aspectos na vida de muitas pessoas. A privação de fazer exercícios físicos em estúdios e academias impediu algumas pessoas de se exercitarem e, ao mesmo tempo, estimulou outras a buscarem saúde física e mental com atividades realizadas em casa. O Pilates é um método de condicionamento físico completo, que pode ser realizado em qualquer lugar.

Dentre todos os benefícios da prática de Pilates, o auxílio no controle da ansiedade é um deles. "A verdade é que a prática de qualquer exercício com constância e acompanhamento profissional ajuda a controlar estresse e ansiedade. O Pilates é poderoso por ser um método que alia fortalecimento da musculatura estrutural e estabilizadora do corpo, postura, equilíbrio e flexibilidade.", explica Adriana Batista de Oliveira, diretora técnica do The Pilates Studio Brasil, localizado na Unidade Kansas da Cia Athletica.

Além de organizar a postura, melhorar o equilíbrio e ser um potente aliado no tratamento e prevenção de lesões, o Pilates é excelente para melhorar a performance esportiva de atletas que buscam uma atividade complementar.

Através da melhora do equilíbrio físico, Pilates auxilia no controle emocional, pois trabalha no autoconhecimento e autoestima "Através da melhora do Equilíbrio físico também há uma melhora da segurança dos movimentos. Os exercícios têm uma sequência organizada de forma a levar a concentração, utilizando a respiração coordenada ao movimento. Isso faz com que a mente esteja voltada a cada exercício para que sejam executados com controle", acrescenta Adriana.

Como adaptar os exercícios em casa?

Existem vários exercícios que podem ser adaptados para a prática em casa. Mesmo aos alunos que já estão praticando presencialmente, é importante fazer alguns exercícios em casa, de acordo com as necessidades corporais e objetivos individuais.

"É possível fazer os exercícios em casa com um colchonete ou tapetinho, almofada, cadeira e até mesmo na cama. Procuramos escolher exercícios de baixa complexidade e que, ao mesmo tempo, são importantes para manter o corpo ativo", explica.

Tapetinho e almofada

São inúmeros exercícios possíveis com esses recursos, principalmente os exercícios de alongamento e relaxamento. Com bastante atenção à respiração, é importante fazer com calma e respeitando os limites do corpo.

Um exercício interessante é de alongamento das cadeias posterior e inferior das coxas. Com um dos joelhos no chão, o pé da outra perna deve avançar à frente, o mais distante possível, projetando o quadril para a frente e para baixo, até sentir a coxa e o quadril alongar.

Cadeira

A cadeira é ótima para auxiliar em vários exercícios. Além de dar um suporte para exercitar o alongamento do pescoço, pode auxiliar também no alongamento da cadeia inferior da coxa. O exercício é excelente para dar mais mobilidade ao quadril.

"Com os pés apoiados no chão, eleve o calcanhar direito em direção ao joelho esquerdo e incline levemente para frente. Repita o movimento com o outro lado. O interessante é repetir o exercício duas vezes, em um período de 20 a 30 segundos", explica a instrutora.

Cama

A cama oferece uma variedade imensa de possibilidades, e uma delas é o Push Up, exercício que fortalece todo o corpo. "A cama serve de apoio para uma flexão mais confortável, e depois, o aluno pode arriscar o exercício no chão".

As possibilidades são infinitas, e com a orientação de um profissional, é possível explorar o corpo de acordo com as necessidades de cada aluno.