E. C. Bahia

Juninho comemora oportunidade de atuar na posição de origem

Camisa dez em alguns jogos, volante vai ser titular na partida de hoje pela Copa do Brasil

Redação iBahia
18/05/2016 às 12h26

2 min de leitura
A camisa 10 lhe foi dada no início da temporada e, em alguns jogos, Juninho foi decisivo em prol do Bahia. Hoje, no entanto, diante do América-MG, o jogador está confiante em voltar a atuar bem após ter sido sacado do time pelo técnico Doriva.

Tamanha confiança está no fato de jogar numa posição que ele considera a sua de origem. “Todo jogador deseja jogar na sua posição. Eu vou jogar na posição onde fico mais à vontade, que é de segundo volante, mas como falei, o professor ainda não definiu. Vamos trabalhar e deixar ele escolher a melhor equipe”, afirmou.

Juninho volta ao time titular na partida contra o América-MG, hoje, na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Apesar de saber das dificuldades que o tricolor vai enfrentar hoje à noite, Juninho acredita muito na classificação à próxima fase da Copa do Brasil. “A equipe do América é qualificada, não à toa que foi campeã estadual em cima de duas equipes fortes (Cruzeiro e Atlético), mas acho que a nossa equipe está preparada, vai fazer um grande jogo e sair classificada”, deu o recado.

Com a cabeça raspada, Juninho explicou a opção pelo novo visual, inaugurado no último sábado. “Até brinquei com os meninos que era isso que o jogo pedia. Um pouco de maluquice, de loucura. Se a esposa aceitou, então tá tudo certo”, disse aos risos.

As modificações dele no lugar de Paulo Roberto e de Eder na vaga de Lucas Fonseca devem ser as únicas mudanças do time em relação ao jogo contra o Avaí, na estreia da Série B. Hernane e Edigar Junio seguem na fase de transição e não treinaram no campo com o elenco ontem, em Pituaçu. Renato Cajá segue se condicionando e pode ficar à disposição no próximo sábado, contra o Paraná.

Correio24horas