Dia Mundial Contra a Cibercensura: conheça a importância da data


O Dia Mundial Contra a Cibercensura, comemorado no dia 12 de março, foi criado em 2009. Ele tem como finalidade conscientizar a sociedade sobre a liberdade de expressão, o direito ao acesso livre e acessível a todas as pessoas do planeta de maneira igualitária, através da internet e das redes sociais.

A instituição da data foi um iniciativa da Organização Não-Governamental (ONG)Reporters Without Borders (Repórteres sem Fronteiras), uma instituição fundada em 1985 na França, por Robert Ménard, Rony Brauman e Jean-Claude Guillebaud.

Porém, mesmo com os avanços tecnológicos, ainda existem os países chamados de “inimigos da internet” que censuram radicalmente as informações aos seus cidadãos. São eles: Eritréia, Turquia, Tailândia e Ucrânia. 

Além desses países, também existem os que controlam o que a população pode acessar ou não, como: Arábia Saudita, Barein, Bielorrússia, China, Coreia do Norte, Cuba, Irã, Síria, Venezuela, México e Peru.

Por falar em países, de acordo com a ONG, o Brasil é considerado o país mais violento da América Latina em relação à liberdade de expressão. O ataque acontece principalmente com jornalistas, que são frequentemente ameaçados e até mortos durante o exercício da profissão.

Ainda segundo a ONG, a maioria dos casos acontecem quando os repórteres estão abordando assuntos como a corrupção política ou de crimes organizados em médias e pequenas cidades. 

A importância da liberdade de expressão

A liberdade de expressão surgiu como uma forma de permitir que as pessoas possam manifestar as suas opiniões sem ter que se modificar por medo de repressão ou qualquer outro tipo de penalização com censura. 

Com o aumento do acesso à internet e do crescimento das redes sociais, a liberdade de expressão se tornou fundamental para que as pessoas troquem e recebam informações em tempo real.

A liberdade de expressão, juntamente com a internet, são ferramentas para as pessoas possam manifestar a insatisfação que estejam sentindo em relação aos atos do governo e para denunciar problemas que atingem o seu país, estado, cidade ou bairro.

Além disso, elas são importantes na medida em que são usadas sem rancor ou com qualquer intenção maléfica, pois a internet tem sido um verdadeiro termômetro do que passamos no dia a dia. Devido a velocidade de propagação das informações, as verdades podem ser destruídas e as mentiras podem ser construídas a partir de posts nas redes sociais.