Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > notícias > segurança
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Whatsapp Whatsapp
Declaração

Defesa de músicos da OSBA não menciona agressão; veja posicionamento

Músicos e outras duas pessoas foram presas em flagrante, na madrugada de sábado (23), suspeitos de espancar um homem que teria tentado assaltá-los

Iamany Santos • 24/03/2024 às 12:03 • Atualizada em 24/03/2024 às 16:52 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

A defesa dos músicos da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), preso em flagrante na madrugada de sábado (23) suspeitos de espancar um homem que teria tentado assaltá-los, no Corredor da Vitória, em Salvador, não fala do espancamento. A vítima, que não teve a identidade revelada, morreu.


				
					Defesa de músicos da OSBA não menciona agressão; veja posicionamento
Lincoln Sena (flautista) e Láercio Souza (violista) são músicos da Osba. Foto: Reprodução/Redes sociais

Segundo o g1, o advogado dos músicos Lincoln Sena Pinheiro, Laércio Souza dos Santos e de Marcelo da Cunha Rodrigues Machado, que também foi preso em flagrante, afirmou que os três imobilizaram o homem e acionaram a Polícia Militar.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

"Esse rapaz tentou assaltar os meus clientes, agrediu os meus clientes, que reagiram, imobilizaram, ligaram para o 190, chamaram a polícia, esperaram a polícia chegar no local. No momento, eles soltaram o rapaz pra polícia imobilizar, ele ainda estava com vida, mas antes da polícia encostar nele, ele veio a falecer", diz Vinicíus Dantas, advogado do trio, ao g1.


				
					Defesa de músicos da OSBA não menciona agressão; veja posicionamento
Os namorados Marcelo Rodriguez e Lincoln Sena. Marcelo estava com os músicos da OSBA e também é suspeito. Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma quarta pessoa, identificada como Sérgio Ricardo Souza Menezes, também participou da ação e foi preso. Ele é um morador da região. Segundo o advogado Danilo Silva, o homem teria entrado na situação para tentar apartar a confusão. Ainda de acordo com a defesa, o suspeito disse a polícia: "Tentei dar socorro aqui, mas parece que ele foi apagado".

Ainda segundo informações confirmadas pelo advogado dos suspeitos, Vinícius Dantas, uma audiência de custódia será realizada na segunda-feira (25), às 9h.

OSBA divulgou posicionamento sobre o caso envolvendo os músicos da instituição


				
					Defesa de músicos da OSBA não menciona agressão; veja posicionamento
Foto: Divulgação

Em nota, a OSBA informou que Associação Amigos do Teatro Castro Alves, gestora do órgão, tomou o conhecimento sobre o espancamento durante amanhã. A instituição informou que vai aguardar o andamento das investigações para voltar a se posicionar sobre a situação.

Além disso, a Osba ressaltou que o crime aconteceu fora do ambiente de trabalho de Lincoln e Laércio.

O caso é investigado pela Polícia Civil

A vítima que teria sido espancada pelo grupo morreu no local, zona nobre de Salvador. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


				
					Defesa de músicos da OSBA não menciona agressão; veja posicionamento
Defesa de músicos da OSBA suspeitos de matar homem nega espancamento. Foto: Reprodução/TV Bahia

Apesar da prisão em flagrante dos quatro suspeitos, a polícia não revelou mais detalhes sobre o caso. A vítima não teve a identidade revelada e estava sem documentos no comento da ocorrência.

O homem chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. Conforme informações apuradas pela equipe de produção da TV Bahia, o corpo da vítima permanece no Instituo Médico Legal (IML) neste domingo (24).

Conheça os suspeitos

  • O flautista Lincoln Sena Pinheiro, da Orquestra Sinfônica da Bahia;
  • O violista Laércio Souza dos Santos, também da Orquestra Sinfônica da Bahia;
  • O namorado de Lincoln, Marcelo da Cunha Rodrigues Machado;
  • E o morador da região, Sérgio Ricardo Souza Menezes.

Os quatro já prestaram depoimento para o DHPP, após a prisão em flagrante.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SEGURANÇA :

Ver mais em Segurança