Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > notícias > segurança
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Investigação

Homem preso por tráfico na BA pode ter relação com caso do sushiman

Homem foi preso em Terra Nova, mesma cidade onde o sushiman William Aguiar foi visto pela última vez

Mayra Lopes • 15/06/2024 às 17:31 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

Um homem foi preso por suspeita de tráfico de drogas no município de Terra Nova, cidade do interior da Bahia, na sexta-feira (14). Segundo informações da Polícia Civil, ele também é suspeito de envolvimento no desaparecimento do sushiman William Aguiar Santos, de 28 anos.


				
					Homem preso por tráfico na BA pode ter relação com caso do sushiman
Sushiman desaparece após sair para encontro no interior da Bahia. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Até o momento, a polícia não detalhou onde o homem foi encontrado, nem as circunstâncias da prisão dele. O g1 Bahia questionou a relação do suspeito com o desaparecimento do sushiman, mas ainda não teve retorno.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

O sushiman William Aguiar Santos foi visto pela última vez no dia 7 de maio deste ano, por volta das 23h, em um bar de Terra Nova. De acordo com familiares, ele saiu da casa para encontrar uma mulher e no dia seguinte, não foi mais localizado.

No dia do desaparecimento, testemunhas relataram que William estaria se relacionando com a ex-companheira de um traficante do município de Terra Nova. No entanto, as informações não foram confirmadas pela Polícia Civil.


				
					Homem preso por tráfico na BA pode ter relação com caso do sushiman
Família procura por Sushiman desaparecido na Bahia. Foto: Reprodução TV Bahia

Casa do sushiman foi invadida e revirada

Após o desaparecimento de William, a família encontrou a casa onde ele vivia com as lâmpadas e televisão ligadas. Além disso, os documentos do sushiman estavam em cima de uma mesa.

O baiano morava em Salvador, no bairro de Cajazeiras 10, mas viajava constantemente para Terra Nova, cidade onde nasceu e onde a família ainda vive. Meses antes do desaparecimento, o jovem estava no Rio Grande do Sul, onde trabalhava em um restaurante.

Ao ser demitido, voltou para a Bahia e conseguiu um emprego na capital do estado. Willliam deixou duas filhas, que moram no Rio Grande do Sul com a mãe.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SEGURANÇA :

Ver mais em Segurança