Perfil

Geisy Arruda

Empresária, influenciadora digital e escritora viu a vida girar após ser vítima de comentários machistas na faculdade onde estudava turismo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Da sala de aula para os holofotes e livrarias: Geisy Vila Nova Arruda é um exemplo de celebridade que ultrapassou os quinze minutos de fama. Filha de pais pernambucanos e nascida em 5 de junho de 1989, na cidade de Diadema (SP) , a hoje empresária, influenciadora digital e escritora Geisy Arruda viu a vida girar após ser vítima de comentários machistas na faculdade onde estudava turismo. No dia do 22 de outubro de 2009, após ir para a aula vestindo um vestido rosa, ela foi hostilizada pelos colegas, precisou de escolta policial para deixar o ambiente e, poucos dias depois, foi expulsa do centro de ensino, o que levantou debates sobre sexismo e também despertou interesse de jornais locais e internacionais.

Geisy Arruda ganhou o direito de voltar a estudar no centro de ensino, mas decidiu não retornar ao ambiente. Seis meses após o episódio, ela lançou uma marca de grife, nomeada como Rosa Divino, que reunia diferentes modelos na cor rosa, inspirados na peça que a proporcionou os primeiros momentos na mídia. No entanto, se tornar dona da própria marca não bastava para ela: em novembro de 2010 a até então “garota do vestidinho rosa” lançou a própria biografia: “Vestida para causar”, que conta um pouco sobre a origem humilde da autora e também relembra o episódio na universidade.

Era questão de tempo para que a influenciadora digital ganhasse protagonismo na televisão. Em 2010, ela participou da terceira temporada do reality show 'A Fazenda', exibido pela Rede Record, mas foi a segunda eliminada. Na mesma emissora, a modelo interpretou "Dona Geisy" na 'Escolinha do Gugu', entre os anos de 2011 e 2012. A artista também foi repórter do 'TV Fama' e 'Bastidores do Carnaval', exibidos pela RedeTV! e estreou quadros no programa "Multitom", do Multishow e "The Noite com Danilo Gentili", da SBT.

Além de participações em programas de TV, a ex-estudante de turismo também marcou presença em videoclipes, como ‘Regininha” (2010), do grupo Inimigos do HP, e  “Aow Potência” (2013), da dupla Leandro e Gustavo, lançou linhas de cosméticos e um blog de moda. A jovem posou para revistas masculinas, chegando a ser inclusive capa da Revista Sexy.

Porém, o “vestidinho rosa” estava longe de ser a única polêmica em que Geisy Arruda iria se envolver. Após uma série de cirurgias plásticas: silicone, lipoaspiração e labioplastia, ela passou a falar abertamente sobre sexo, e também se assumiu bissexual. Em 2016, vazaram diversas fotos íntimas da influencer em um site de prostituição europeu e ela ameaçou processo. No mesmo ano, ela posou para uma marca evangélica e entregou que: "Periguete tem prazo de validade e o meu venceu".

Em 2019, a influenciadora digital lançou o próprio canal no Youtube. Nomeada como “Ponto G”, a página divulga vídeos que abordam diferentes assuntos sobre o universo feminino, como sexo, masturbação, amor próprio e diversas entrevistas. Em dezembro do mesmo ano, a youtuber lançou o livro: “O Prazer da Vingança”, que reúne uma série de contos eróticos. De acordo com ela, alguns são verídicos e revelam experiências próprias da escritora. A obra ainda contém nudes do arquivo pessoal dela.

Em agosto de 2020, Geisy lançou mais um livro. Chamado de “Desejo Proibido”, uma continuação da última obra. Atualmente, Geisy Arruda tem usado o perfil do Instagram para fazer campanhas publicitárias e falar abertamente sobre sexo para os mais de 2,4 milhões de seguidores.  Ela também tem se lançado em experiências de CamGirl, profissionais que, por meio das câmeras, buscam prezar o prazer e a satisfação dos clientes.