Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > salvador
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Violência

Amante de marido é suspeita de planejar morte de mulher em Tancredo Neves, diz polícia

Segundo a polícia, cinco pessoas envolvidas no crime foram presas; caso segue em investigação

Redação iBahia • 05/09/2023 às 11:28 • Atualizada em 06/09/2023 às 12:04 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Amante de marido é suspeita de planejar morte de mulher em Tancredo Neves, diz polícia
Foto: Reprodução/TV Bahia

A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira (5), que a principal linha de investigação da morte de Paloma Assis São Pedro, morta enquanto voltava da escola dos filhos, no bairro de Tancredo Neves, em Salvador, é de que o crime foi cometido a mando da amante do marido dela.

A mulher, que não teve a identidade revelada, um homem suspeito de intermediar a execução do crime, e três suspeitos foram presos nessa terça.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Paloma Assis São Pedro foi assassinada no dia 15 de agosto, um dia antes do aniversário da criança mais nova, que completou 5 anos no dia 16 do mesmo mês. Os mandados de prisão foram cumpridos por policiais da 2ª Delegacia de Homicídios (2ªDH / Central), com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), nos bairros do Cabula e Vila Canária.

Com o suspeito foram apreendidos um revólver calibre 38 e uma pistola. Ele também foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

A titular da 2ª DH / Central, delegada Fernanda Ásfora, afirmou ainda que no dia 25 de agosto, os suspeitos de matar Paloma foram presos. A informação ainda não tinha sido divulgada pela polícia.

“Na sexta-feira, dia 25 de agosto, nossas equipes prenderam os executores. Na continuidade das apurações chegamos hoje a mais dois cumprimentos de mandados, da possível mandante e um quarto envolvido. Com todos os interrogatórios e materiais coletados vamos chegar aos demais desdobramentos das circunstâncias do crime”, afirmou.

Ainda segundo a delegada, em entrevista a TV Bahia, a mulher e o marido da vítima viviam um relacionamento extraconjugal há alguns anos. A mulher confessou a participação no crime e, segundo o depoimento dela, Paloma Assis São Pedro seria um impedimento para que os dois ficassem juntos.

"Nossa investigação se dividiu em dois momentos. No primeiro momento, nós alcançamos os executores do crime e a motorista que os conduziram ao local do crime. E diante desses depoimentos prestados por eles, nós chegamos a uma linha de investigação que nos conduziu a alcançar a mandante do crime, que seria uma mulher quer teria um relacionamento extraconjugal já há alguns anos com o marido da vítima", explicou a delegada.

Ainda de acordo com Fernanda Ásfora, a suspeita sabia a rotina da vítima e o crime foi planejado com cerca de três meses de antecedência.

"Ela sabia da existência dos dois filhos, porque foi um relacionamento de anos. Sabia da rotina da vítima, sabia que a vítima saia num dado horário para deixar os filhos na escola, inclusive, informou isso aos executores para que tivesse essa facilidade de localizar num dado horário, num dado local. Não foi um crime planejado da noite para o dia, foi um crime que foi planejado. O primeiro contato dela com de fato essas pessoas que cometeram o crime se deu cerca de três meses antes do dia do fato. Então, não foi algo que surgiu e aconteceu. Foi algo que foi pensando, planejado, amadurecido e concretizado", afirmou a delegada.

Em relação ao marido da vítima, a delegada confirmou que ele já foi ouvido e prestou depoimento e confirma o relacionamento extraconjugal, mas a polícia não acredita que ele tenha envolvimento no crime.

O caso segue em investigação.

Relembre o crime

Uma mulher de 31 anos foi morta a tiros enquanto voltava de escola dos filhos, localizada no bairro de Tancredo Neves, em Salvador. O crime aconteceu no dia 15 de agosto, um dia antes do aniversário da criança mais nova.

Segundo informações da Polícia Civil, Paloma Assis São Pedro foi abordada por três homens, que estavam em um carro, na rua Direta. Dois dos suspeitos desceram do veículo e atiraram na vítima. Em seguida, o trio fugiu.

Paloma foi socorrida para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dela foi levado para o Instituto Médico legal (IML).

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SALVADOR :

Ver mais em Salvador