Salvador

Bombeiro que matou esposa em escola de Salvador vai se entregar

Bombeiro fugiu logo após matar esposa dentro da escola em que ela era vice-diretora

Redação iBahia
13/05/2016 às 14h49

1 min de leitura
Um bombeiro militar, lotado no 3º Grupamento, deve se entregar na tarde desta sexta-feira (13) na corregedoria da corporação, no Iguatemi, após ser acusado de matar a esposa, a professora Sandra Denise Costa Alfonso, dentro da Escola Municipal Esperança do Viver, em Castelo Branco, onde ela era vice-diretora. A informação foi confirmada ao CORREIO pelo capitão Jansen, do Corpo de Bombeiros.

Nas redes sociais, casal aparece sorridente (Foto: Acervo Pessoal)

Na escola, populares comentaram que o homem fugiu e teria se matado. A assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros negou a informação e informou que ele se entregaria, sem divulgar o nome dele. Policias Militares chegaram a fazer buscas por ele logo após o crime. O caso será investigado pelo Departamento do Homicídios e Proteção à Pessoa que.

Correio24horas