Bruno Reis diz que defende retirada das máscaras em todos lugares


Foto: Valter Pontes / Secom

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, explicou o motivo de ter revogado o decreto que obrigava o uso de máscara em alguns espaços fechados, apesar do governo do Estado ter retirado a obrigatoriedade apenas em ambientes abertos. O gestor municipal afirmou que houve um problema de comunicação e que é a favor de que o equipamento seja opcional em todos os lugares.

"Houve um ruído de comunicação em relação às máscaras. Apenas adequei os decretos municipais aos decretos estaduais. O decreto estadual que liberou as máscaras estabelece um rol de lugares que são permitidos e mantive nos meus decretos isso. Eu revoguei os decretos anteriores, apenas isso. Para não achar que eu liberei algo que não estava previsto no decreto estadual”, afirmou o prefeito durante entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (7), durante a apresentação da Operação Chuva 2022.

Questionado sobre o que entende ser a medida ideal para o combate à Covid-19 em Salvador, o prefeito reforçou que é a favor da desobrigação do uso de máscara em todos espaços.

"Defendo retirada total [de máscaras] em escola, shopping e em todos os lugares. Estamos com todos os dados em queda. Porém, o estado entende de forma diferente e o decreto dele se sobrepõe ao da prefeitura. Não vamos brigar por conta disso", ressaltou Reis.

Leia mais sobre Salvador em iBahia.com e siga o portal no Google notícias.