Veja vídeo

Homem destrói carro com 3 anos de licenciamento atrasado após veículo ser apreendido em Salvador

De acordo com a Secretaria de Mobilidade (Semob), o dono do carro estava devendo os anos de 2019, 2020 e 2021, e, ao ser informado que o veículo seria recolhido pelo órgão, ele começou a quebrar o automóvel

Redação iBahia
28/06/2022 às 17h57

3 min de leitura
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um carro foi destruído pelo dono na manhã desta terça-feira (28), logo depois de ser apreendido por estar com 3 anos de licenciamento atrasado. O caso aconteceu no bairro de Plataforma, no subúrbio ferroviário de Salvador. O veículo foi abordado durante uma blitz de transporte clandestino.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade (Semob), o dono do carro estava devendo os anos de 2019, 2020 e 2021, e, ao ser informado que o veículo seria recolhido pelo órgão, ele começou a quebrar o automóvel. Um vídeo gravado por testemunhas mostra a situação. Assista as imagens abaixo:

Nas imagens, dá para ver o momento em que o condutor do carro usa uma chave de roda para golpear o retrovisor, as janelas, os faróis e os sinais de ré do veículo, entre outras coisas. Em seguida, ele pega objetos que estavam dentro do carro e deixa o local.

De acordo com a Semob, além do carro, que foi apreendido mesmo após ser destruído, também foram recolhidos outros seis veículos durante a fiscalização. Ainda foram autuados 34 veículos foram por diversas infrações, que não foram detalhadas.

Em nota, a secretaria informou que realiza este tipo de fiscalização diariamente em locais estratégicos da cidade, e reiterou que estas operações “visam coibir o transporte irregular de passageiros, que oferece riscos à segurança, e orienta os usuários que optem por utilizar veículos regulamentados e devidamente vistoriados pela pasta”.

Segunda vez

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Essa é a segunda vez, somente neste mês, que um homem destrói um carro após o veículo ser apreendido em blitz em Salvador. No dia 18, o fato aconteceu na orla do bairro de Amaralina, depois que o condutor foi flagrado dirigindo sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Segundo a Superintendência de Trânsito da cidade (Transalvador), responsável pela fiscalização, no momento da situação, o condutor do veículo justificou o ato alegando que “não deixaria o bem para o estado”. Assista ao vídeo abaixo:

Leia mais sobre Salvador no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias