Policial que atirou em cinco pessoas dentro de táxi em Amaralina é indiciado


O investigador André Luís Assis dos Santos foi indiciado em inquérito por tentativa de homicídio e dano, depois de disparar contra um táxi onde estavam cinco pessoas na Rua Visconde de Itaboraí, em Amaralina, no último sábado. (13). O policial se apresentou espontaneamente na Corregedoria da Polícia Civil e teve a pistola apreendida.

André Luís, lotado na 28ª Delegacia Territorial (DT), no Nordeste de Amaralina, onde passará a exercer atividades internas, declarou, em depoimento, ter efetuado os disparos por suspeitar que seria alvo de uma emboscada por parte dos ocupantes do táxi.

O veículo Gol dirigido pelo investigador posicionou-se ao lado do táxi num semáforo fechado, tendo o policial ouvido um dos rapazes pronunciar seu nome e dizer que ele é o chefe do Serviço de Investigação da 28ª DT.

André Luís, que informou ao delegado estar sofrendo ameaças, deduziu que os cinco homens dentro do táxi iriam atacá-lo e decidiu atirar com sua pistola. O veículo atingido pelos cinco disparos e a arma estão sendo periciados no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Os ocupantes do táxi foram ouvidos na Corregedoria. O passageiro do táxi atingido na perna por um dos disparos foi medicado no Hospital Geral do Estado (HGE) e submetido a exame de lesão corporal.