Sete anos após operação, delegado federal é absolvido de acusação de homicídio


Foto: Divulgação

O delegado da Polícia Federal Carlos Faria Júnior foi absolvido da acusação de homicídio, sete anos após a Operação Carga Pesada, que resultou na morte de Márcio Néris dos Santos, em Salvador.

A Justiça Federal entendeu, em veredito proclamado na segunda-feira (8), que o agende de segurança não agiu com excesso de dolo durante a operação.

A casa de Márcio, que não era um dos alvos de mandado de prisão, foi invadida pelos policiais federais, e ele foi baleado com seis tiros pelo delegado Carlos Faria Júnior. A Polícia Federla afirmou, à época, que ele estava armado e resistiu à investida.

A vítima chegou a ser levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, mas não resistiu aos ferimentos.

O delegado Carlos Faria foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por excesso doloso. No entanto, segundo a Justiça Federal, a acusação foi afastada após depoimentos das testemunhas de acusação e defesa, além do interrogatório do próprio réu. Com isso, o próprio MPF pediu a absolvição do delegado, junto com a defesa dele.

Leia mais sobre Bahia no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.