Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > salvador
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Violência

Tiroteios, reféns e serviços suspensos: veja o que aconteceu no Alto das Pombas e Calabar

Policiamento foi reforçado nos dois bairros após ataques. Cinco mortes de suspeitos já foram confirmadas pela PM

Redação iBahia • 04/09/2023 às 22:29 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Tiroteios, reféns e serviços suspensos: veja o que aconteceu no Alto das Pombas e Calabar
Foto: Reprodução/TV Bahia

Esta segunda-feira (4) chega ao fim nos bairros do Calabar e Alto das Pombas, em Salvador, com diversas situações de violência ocorridas na região ao longo do dia e no fim de semana. Foram tiroteios, ações com reféns e serviços suspensos, incluindo saúde e educação. Somente entre a manhã e início da noite, pelo menos cinco suspeitos morreram em trocas de tiros com policiais militares e sete foram presos. Dezessete moradores foram feitos reféns e outros deixaram as áreas por medo. O policiamento foi reforçado na região. Veja abaixo um compilado do que aconteceu

Tiroteios

As trocas de tiros teriam começado ainda na noite de sexta-feira (1º). No domingo (3), a janela de um apartamento do 13º andar de um prédio chegou a ser atingido por uma bala perdida, no bairro da Graça, que é vizinho à área. Ninguém ficou ferido, mas a moradora ficou assustada.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Na manhã desta segunda, um novo tiroteio preocupou moradores, seguido por mais um no início da tarde. Os dois precederam as situações com reféns na região.

Imagens feitas por testemunhas mostram a movimentação da polícia na área à tarde. Outras têm o som dos tiros. Assista abaixo

Vídeo: Reprodução / Redes sociais

Situações com reféns

Dez pessoas foram feitas reféns na tarde desta segunda-feira, na rua Rua Alaíde Ribeiro, entre os bairros do Calabar e Alto das Pombas, em Salvador. Quatro homens são suspeitos do crime. Eles apareceram em duas transmissões feitas no Instagram. Policiais militares negociaram com os criminosos.

As vítimas são três adolescentes, três mulheres, uma menina de 3 anos, uma idosa e dois homens. Uma mulher foi usada como "escudo" por um dos suspeitos em uma das casas. Na outra, um homem negociou com a polícia em nome dos criminosos na janela do imóvel.

As situações começaram por volta das 16h. As vítimas só foram liberadas entre 18h30 e 19h30. Um homem foi o último a sair. Os suspeitos foram presos. Não há registro de feridos.

Com essas situações, o número de ações com reféns chega a quatro somente nesta segunda. As outras duas aconteceram pela manhã e início da tarde. Sete pessoas ficaram sob o poder dos suspeitos nos dois casos. Três homens foram presos. Com eles, conforme informou a Polícia Militar, foram apreendidas duas pistolas, um fuzil e uma granada.

Mortes

Também durante a tarde, cinco suspeitos de tráfico de drogas morreram após uma troca de tiros com policiais militares, no bairro do Alto das Pombas. Os homens estariam envolvidos com o grupo responsável pelas ações criminosas.

Um vídeo feito por moradores mostra o corpo de um dos suspeitos baleados na ação sendo removido dos fundos do Cemitério Campo Santo, que fica na entrada do Alto das Pombas. Nas imagens, policiais carregam o homem e colocam em uma maca. Veja abaixo

Vídeo: Reprodução / Redes sociais

Serviços prejudicados

Desde o fim de semana, o funcionamento de escolas, unidades de saúde, estabelecimentos comerciais e outras instituições foi afetado por causa da violência nos dois bairros.

Nesta segunda, as escolas municipais Conjunto Assistencial Nossa Senhora de Fátima, Casa da Amizade, Professor Antônio Carlos Onofre e os Centros Municipais de Educação Infantil Tertuliano de Góis e Calabar tiveram as atividades suspensas. Ao todo, 1.042 estudantes estão sem aula. Não há previsão ainda de retorno.

Já o Colégio Estadual Evaristo da Veiga, localizado na Avenida Garibaldi, que fica na mesma região, abriu normalmente nesta segunda porém registrou baixa frequência, de acordo com o que informou a Secretaria Estadual de Educação.

A Reitoria da Universidade Federal da Bahia (UFBA) recomendou a suspensão das aulas e atividades administrativas nos campi de Ondina, Canela, São Lázaro e Federação nesta segunda-feira, mas deve retomar o funcionamento na terça (5), caso a situação continue.

As Unidades de Saúde da Família localizadas no Calabar e Alto das Pombas não funcionaram nesta segunda-feira. Para terça-feira, a Secretaria Municipal de Saúde informou que irá avaliar as condições de segurança pela manhã e decidir se retoma ou não com as atividades.

De acordo com a Secretaria de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da Federação funcionou até aproximadamente às 12h e depois suspendeu o atendimento, até que a segurança no local seja reestabelecida.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM SALVADOR :

Ver mais em Salvador