Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > teatro
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
TEATRO

Espetáculo 'Akonis da Península' é apresentado nas praias da Cidade Baixa de Salvador

História dos Akonis reconfigura heróis e heroínas em uma narrativa afrocentrada no próximo dia 25 de novembro, a partir das 17 horas

Redação iBahia • 24/11/2022 às 7:52 • Atualizada em 24/11/2022 às 9:01 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Espetáculo 'Akonis da Península' é apresentado nas praias da Cidade Baixa de Salvador
Foto: Divulgação

O espetáculo de rua Akonis da Península estreia na sexta-feira (25), a partir das 17 horas, na Praia da Penha, na Ribeira. Com as apresentações ao ar livre, a história dos Akonis reconfigura a construção de heróis e heroínas a partir de uma perspectiva negra.

O espetáculo reúne jovens artistas negros da Cidade Baixa e do Subúrbio Ferroviário de Salvador.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

E durante todo o final de semana irá trazer um olhar diferenciado da obra original. A peça tem entrada franca e pode ser vista nos dias:

  • 26/11 (sábado): na Praia do Alvejado, em Plataforma
  • 27/11 (domingo): no Monte Serrat, na Ponta de Humaitá
  • 03/12 (sábado): na Praça Cairu, no Comércio
  • 04/12 (domingo): no Solar do Unhão, na Avenida Contorno (04/12)

				
					Espetáculo 'Akonis da Península' é apresentado nas praias da Cidade Baixa de Salvador
Foto: Divulgação

Projeto

O espetáculo integra o projeto teatral Escuna Criativa, idealizado e desenvolvido pelo grupo teatral Alemão Antagon, em Salvador. Inspirado nas histórias da Península Itapagipana, o projeto resulta no espetáculo Akonis da Península. A história foi construída dentro de uma narrativa afrocentrada, na qual o público é convidado a interagir com as histórias da região.

O espetáculo narra a trajetória de um grupo de jovens negros que se descobre akonis (heróis em iorubá) e percorre os mares da península itapagipana com a finalidade de cumprir uma missão extremamente difícil. Tinham que achar um objeto raro e sagrado “o aruá de ouro”, que garante o poder de libertar o seu povo das ilusões que separam povos e reforçam as guerras sem sentido. Durante a trajetória nos mares, em cada porto os “akonis” se deparam com os desafios, conflitos e realidades de cada lugar.

As referências dos símbolos adinkras africanos e as referências afro-brasileiras enriquecem o projeto. No cenário, uma embarcação será o elo da conexão física e dramatúrgica entre os heróis do passado e os que agora surgem nos corpos da juventude negra neste momento de transformações radicais na esfera política e social do Brasil. A musicalidade das cenas constrói as imagens que conduzem o espectador em uma viagem marítima e visual por meio dos cenários e figurinos que reforçam a cultura afrodiaspórica no Brasil.


				
					Espetáculo 'Akonis da Península' é apresentado nas praias da Cidade Baixa de Salvador
Foto: Divulgação

A direção é assinada pelas artistas brasileiras Bárbara Luci Carvalho, Márcia Limma e o diretor do Antagon, o alemão Bernhard Bub. Já a criação dramatúrgica do espetáculo tem como bases as pesquisas de Silvana Carvalho, doutora em Literaturas Africanas e negro-brasileira.

Espetáculo: Akonis da Península
Direção:
Bárbara Luci Carvalho, Márcia Limma e Bernhard Bub
Elenco: Mano Xandão, Aylin dos Anjos, Arthur Barbosa, Neide Vieira, Sagach - Fábio Chagas, Laura Abelha, Aurora Guedes, Lua Lus Yandla, Cris Gil, Alex Nascimento, Dira Ataíde, Henrygust- Gustavo Henrique, Raíssa Carneiro, Tawane Reis, Ravi Lucas, Vitinho Silva, Alê Laura, Patríca Campos
Grupo Antagon: Effi Bodensohn, Lauren Boissonnet, Bernhard Bub, Barbara Luci Carvalho, Max Büttner, Jan Colsman, Edith van den Elzen, Maximilian Friedel, Simone Galli, Patsch Katrin Hailer, Benedikt Müller, Bobby Packham, Lucas Tanajura, Ruben Wielsch

Leia mais sobre Teatro no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM TEATRO :

Ver mais em Teatro