Veja lista

Prêmio Braskem de Teatro anuncia espetáculos e artistas indicados em 2020 e 2021

Premiação se adaptou ao momento da pandemia e avaliou as peças online inéditas produzidas por grupos baianos nos últimos dois anos

Redação iBahia
18/03/2022 às 18h00

5 min de leitura
A Comissão Julgadora da 28ª edição do Prêmio Braskem de Teatro anunciou, nesta sexta-feira (18), a relação de espetáculos e artistas indicados como destaque na cena teatral baiana. Os vencedores serão anunciados durante uma cerimônia, no dia 18 de maio, no Teatro Castro Alves (TCA).
A tradicional premiação das artes cênicas avaliou as peças online inéditas produzidas por grupos baianos entre janeiro de 2020 e dezembro de 2021. Essa edição chega com dois importantes diferenciais: a liberdade geográfica e inclusão de uma nova categoria na premiação.
Com a avaliação das peças remotamente, as fronteiras geográficas foram dissolvidas, permitindo que espetáculos de todo estado fossem analisados e indicados em qualquer categoria.
“O formato de avaliação dessa edição tornou o prêmio ainda mais inclusivo, garantindo a participação completa da classe artística baiana”, pontua Ana Laura Sivieri, diretora de marketing e comunicação da Braskem, que patrocina a premiação em parceria com o Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

A nova categoria da premiação avaliou a performance artística, como uma forma de reconhecer essa expressão que faz parte das artes cênicas e tem uma produção significativa na Bahia. As demais categorias são: Espetáculo Adulto, Espetáculo Infantojuvenil, Direção, Ator, Atriz, Texto, Revelação e Categoria Especial.

Para escolher os destaques, foram analisados 80 espetáculos adultos, 22 infantojuvenis e 25 performances. A comissão julgadora é formada pelo dramaturgo, roteirista, ator e apresentador de TV Aldri Anunciação; pela pós-doutora em artes cênicas e professora da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia Alexandra Dumas; pelo ator-performer, autor, diretor, professor e produtor Fabio Vidal; pelo artista, pesquisador e curador Felipe Assis e pela produtora e gestora cultural Virginia Da Rin.
Os vencedores serão apresentados durante cerimônia, que revelará os destaques do teatro baiano em 2020 e 2021. Além do troféu, eles vão receber um prêmio no valor bruto de R$ 30 mil para as categorias Espetáculo Adulto e Espetáculo Infantojuvenil, cada, e de R$ 5 mil cada para os demais vencedores. O Prêmio Braskem de Teatro é uma realização da Caderno 2 Produções com patrocínio da Braskem e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.
CONFIRA OS INDICADOS AO 28º PRÊMIO BRASKEM DE TEATRO:
Categoria ESPETÁCULO ADULTO
•         A Filha da Monga
•         Ensaio para uma redenção
•         Gota D’Água
•         NAU
•         Para-isso
Categoria ESPETÁCULO INFANTOJUVENIL
•         Barcarola Encantada
•         Histórias do Mundão
•         Metamorfose
•         Um Corpo de Palavras
•         Zumbindo
Categoria PERFORMANCE
•         Alcantil
•         Arquivo Vivo
•         Corpo Presente
•         De como me tornei invisível para caber no meu espírito
•         Omorfiá
Categoria ESPECIAL
•         Eliete Teles e Rubenval Meneses – pela construção dos bonecos de Metamorfose
•         Felipe Mimoso – pela Direção Musical de NAU e Bonipaxé
•         Gabriel da Conceição Teixeira – pela Direção de Fotografia de Gota D’Água
•         Maurício Martins – pela Direção de Arte de Dédalus
•         Rino Carvalho, Lucimaureen Agra e Saulus Castro – pela Cenografia de Jonas: dentro do grande peixe
Categoria TEXTO
•         Caio Rodrigo, Daniel Farias e Ian Fraser – pelo texto de Ensaio para uma redenção
•         Denisson Palumbo – pelo texto de Jonas: dentro do grande peixe
•         Gildon Oliveira – pelo texto de Pequenas Histórias de Impossíveis Amores
•         Luiz Antônio Sena Júnior – pelo texto de Para-iso
•         Luiz Marfuz – pelo texto de A Filha da Monga
Categoria ATRIZ
•         Chica Carelli – pela atuação em Fragmentos de um Teatro Decomposto
•         Evana Jeyssan – pela atuação em Gota D’Água
•         Isadora Werneck – pela atuação em Pensamentos de Paz durante um Ataque Aéreo
•         Thaiz Patez – pela atuação em Bella Cenci
•         Zeca de Abreu – pela atuação em A Filha da Monga
Categoria ATOR
•         Agamenon de Abreu – pela atuação em Xô Xuá – Um samba para Riachão
•         Diogo Lopes Filho – pela atuação em Sua Excelência Oscar da Penha, o Batatinha
•         Lúcio Tranchesi – pelas atuações em Terrário e Ensaio para uma redenção
•         Saulus Castro – pela atuação em Jonas: dentro do grande peixe
•         Vagner Jesus – pela atuação em Manual Como Conter uma Raça Poderosa
Categoria REVELAÇÃO
•         Daniel Marques – pela atuação e Direção de O Zoológico de Vidro
•         Hyago Matos – pelas Direções de Antígona e As Centenárias
•         Isac Tufi – pela Direção de Bonipaxé
•         Ninha Almeida – pela atuação em O Salto
•         Oliveira Pedreira – pela Direção de Jeniffer
Categoria DIREÇÃO
•         Elisa Mendes – pela Direção de Bella Cenci
•         Luiz Antônio Sena Júnior – pela Direção de Para-iso
•         Rino Carvalho – pelas Direções de “Jonas: dentro do grande peixe” e Histórias do Mundão
•         Thiago Romero e Daniel Arcades – pela Direção de NAU
•         Vinícius Lírio – pela Direção de Gota D’Água

Leia mais sobre Teatro no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias. 

Recomendamos