Campanha do desarmamento disponibiliza 38 postos de entrega de armas na Bahia


A campanha nacional do desarmamento conta com 38 postos de entrega voluntária de armas de fogo na Bahia, instaladas em Salvador e no interior do estado. Armas registradas e não registradas, de qualquer calibre e procedência, podem ser entregues mediante indenização, cujos valores variam de R$100 a R$300.

Segundo a organização da Campanha, não haverá qualquer tipo de investigação em relação à origem da arma ou ao seu portador e o procedimento de entrega da arma prevê: a emissão de uma guia de trânsito e preenchimento de três vias de um requerimento de indenização que podem ser obtidas no site da Polícia Federal (www.dpf.gov.br).

Os postos de entrega da Polícia Civil funcionam nas sedes das 26 Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) e em 12 delegacias territoriais de Salvador e Região Metropolitana – Pau da Lima (10ª DT), Periperi (5ª DT), Tancredo Neves (11ª DT), Itapuã (12ª DT), Camaçari (18ª DT), Itaparica (19ª DT), Candeias (20ª DT), Simões Filhos (22ª DT), Lauro de Freitas (23ª DT), Dias D´Ávila (25ª DT) e São Sebastião do Passé.

Ao entregar a arma, o cidadão ganha um recibo e gera uma senha para saque da indenização em qualquer terminal eletrônico do Banco do Brasil. O dinheiro poderá ser retirado 48 horas após a entrega da arma de fogo, não podendo ultrapassar o prazo de um mês. Depois de expirado esse prazo, a indenização não mais será paga.

Através dos telefones da Coordenação de Fiscalização de Produtos Controlados (3116-6410 e 3116-6413), o cidadão poderá obter mais informações sobre a campanha de desarmamento.