Rifeira morta com companheiro na Bahia foi condenada por estelionato em 2019


Foto: Reprodução/Redes Sociais

A rifeira Hynara Santa Rosa da Silva, de 39 anos, morta junto com o companheiro na segunda-feira (12), foi condenada por estelionato em 2019. Ela chegou a receber pena de oito meses de reclusão e sete dias de multa, segundo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Segundo informações do g1, a vendedora foi presa em flagrante por uso de documento falso para fazer um saque em um banco localizado na Pituba, bairro de Salvador, em janeiro de 2016. Hynara conseguiu desbloquear o cartão magnético da vítima e conseguiu fazer um saque de R$4.500 da conta. Em seguida, ela saiu da agência e entregou o dinheiro em espécie a um comparsa.

Porém, antes de sair a rifeira avisou a uma funcionária que retornaria para fazer uma transferência de R$25 mil também através da conta da vítima. O ato gerou suspeita e a dona da conta foi avisada do saque através de um SMS enviado pela sistema de segurança do banco. Diante disso, a vítima foi até a agência e constatou a fraude.

Quando Hynara voltou ao local, a polícia militar já estava lá e realizou a prisão em flagrante. A vendedora foi interrogada e confessou o crime. O cartão e o documento falso foram recuperados, porém, a quantia retirada por Hynara nunca foi devolvida.

Leia mais sobre Bahia no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.