Investigação

MPT abre inquérito para apurar acusações contra ex-presidente da Caixa

Funcionárias do banco denunciaram Guimarães por assédio moral e sexual

Agência Brasil
26/07/2022 às 21h18

1 min de leitura
Foto: Marcos Correa / Presidência da República

O Ministério Público do Trabalho (MPT) abriu inquérito para investigar as acusações de assédio moral e sexual feitas ao ex-presidente da Caixa Pedro Guimarães, que pediu demissão do cargo no mês passado após o surgimento das primeiras denúncias.

O caso era acompanhado pelo MPT por meio de um procedimento preliminar. Na segunda-feira (25), uma portaria assinada pelo procurador do trabalho Paulo Neto transformou a apuração em inquérito civil para aprofundamento do caso. 

No comando da instituição desde janeiro de 2019, Guimarães pediu demissão após um site de notícias publicar, no dia 28 de junho, denúncias de funcionárias de carreira da Caixa que o acusavam de assédio sexual e moral.

Guimarães foi substituído no cargo pela economista Daniella Marques, que era secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, . 

Leia mais sobre Brasil em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.