Polo Teatral

Conheça os espetáculos indicados ao Prêmio Braskem de Teatro

O espetáculo “Exu, a Boca do Universo” foi um dos cinco indicados à nova categoria do Prêmio Braskem A Braskem, Prefeitura de Camaçari e o Governo da Bahia apresentaram a primeira edição do Polo Teatral – Festival de Teatro do Interior da Bahia, realizada entre os dias 16 e 25 de janeiro, nas cidades de Dias D’Ávila e Camaçari, foi marcada pelo expressivo número de visitantes e pelo alto nível das produções apresentadas.    Durante os dez dias de sua realização, o projeto contou com a participação de 14 espetáculos disputando a Mostra Competitiva e mais quatro peças que fizeram parte das ações paralelas. A mostra culminou na indicação de cinco montagens ao 22º Prêmio Braskem de Teatro na nova categoria: Interior da Bahia.   As peças classificadas são Algaravias – O Marujeiro da Lua (Jequié); Exu, a Boca do […]


30/01/2015 às 8h32

3 min de leitura
O espetáculo “Exu, a Boca do Universo” foi um dos cinco indicados à nova categoria do Prêmio Braskem

A Braskem, Prefeitura de Camaçari e o Governo da Bahia apresentaram a primeira edição do Polo Teatral – Festival de Teatro do Interior da Bahia, realizada entre os dias 16 e 25 de janeiro, nas cidades de Dias D’Ávila e Camaçari, foi marcada pelo expressivo número de visitantes e pelo alto nível das produções apresentadas. 
 
Durante os dez dias de sua realização, o projeto contou com a participação de 14 espetáculos disputando a Mostra Competitiva e mais quatro peças que fizeram parte das ações paralelas. A mostra culminou na indicação de cinco montagens ao 22º Prêmio Braskem de Teatro na nova categoria: Interior da Bahia.
 
As peças classificadas são Algaravias – O Marujeiro da Lua (Jequié); Exu, a Boca do Universo (Alagoinhas); Gonzaga – da Nascente à Foz (Paulo Afonso); Maria Minhoca (Feira de Santana) e O Circo de Soleinildo (Vitória da Conquista). O vencedor será conhecido durante cerimônia de premiação no Teatro Castro Alves no mês de abril.
 
Para o curador do Polo Teatral, Fernando Marinho, a diversidade da produção teatral do interior da Bahia explica o sucesso do evento. “A qualidade e o compromisso com a atividade cênica, além da avaliação positiva do público presente, foram os pontos marcantes nesta primeira edição. Tivemos a mostra inicial da produção baiana do interior, com as mais diferentes estéticas e conceitos do fazer teatral”, afirmou. 
 
A programação do festival contou também com a realização de palestras, oficinas, mesas-redondas e um Máster Class ministrado pelo ator, diretor e professor aposentado do curso de Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Harildo Déda.
 
O Polo Teatral foi realizado pela Alltera Comunicação e Promoções, sob a coordenação da Caderno 2 Produções Artísticas. O evento também contou com o apoio da Cidade do Saber, Cofic, Sated, Secretaria de Cultura de Camaçari e Prefeitura de Dias D’Ávila.