Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > inusitado
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Veio aí

Croata é apontada como campeã de campeonato de sexo da Suécia; conheça

Resultado foi divulgado após competição ser encerrada com denúncias de calote, baixarias e agressão

Redação iBahia • 20/06/2023 às 17:16 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Croata é apontada como campeã de campeonato de sexo da Suécia; conheça

Uma atriz de filme adulto e influenciadora croata foi apontada como vencedora do polêmico Campeonato Europeu de Sexo, que estava acontecendo na Suécia. Segundo informações divulgadas pela organização do reality, Marija Zadravec levou os R$ 5,2 milhões do prêmio. Os outros competidores foram desclassificados, após denúncias de calote, agressão e baixarias.

“Não sou uma pessoa que quer problemas com isso, porque todos nós tivemos a oportunidade de escolher a nós mesmos, então não há necessidade de pressionar o organizador depois de tudo. Quanto à minha experiência, foi ótima e gostaria que um dia voltasse a acontecer porque uma coisa assim não é pouca coisa", expressou a campeã.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

A competição foi iniciada no dia 8 de junho e deveria seguir por seis semanas. No entanto, foi encerrada muito antes por causa dos problemas. O campeonato foi organizado pela Federação Sueca de Sexo e era administrado por Dragan Batic.

Segundo os competidores desclassificados, os concorrentes, que deveriam receber diárias de R$ 4.245 (mulheres) ou R$ 2.122 (homens), não foram pagos. Em uma transmissão ao vivo, uma das competidoras, a ucraniana Talia Mint, chegou a fazer um desabafo sobre o calote e mostrou Batic. Neste momento, o organizador partiu para cima dela. Nas imagens, dá para ver agressões e tentativas de remover o telefone da mão da mulher.

Após a repercussão negativa, Batic tentou se defender, alegando que todos os participantes foram desclassificados porque não levaram a competição a sério. “Eles ignoraram as regras da competição e da Federação Sueca do Sexo e se comportaram de maneira não profissional e em detrimento da federação. Eles até trouxeram álcool para casa e não agiram como esportistas (…) Nossos advogados estão trabalhando no caso contra cada um deles”, disse em entrevista à Monet.

Em seguida, outros participantes postaram um vídeo no YouTube explicando o caso e se defendendo das acusações. “A situação saiu do controle. É um caos. Estão dizendo que somos alcoólatras, drogados, e ninguém levou nada disso para lá. Foi uma ideia de projeto boa, mas não souberam fazer funcionar. Estamos decepcionados”, disse Selva Lapiedra, concorrente brasileira que foi à competição representar a Espanha.

Talia Mint, uma outra artista que abandonaram os jogos, anunciou que está entrando com uma ação legal contra o o organizador e a Federação Sueca do Sexo para obter uma indenização.

A vencedora do campeonato, no entanto, desmente os companheiros e inclusive elogia a organização do evento. "Este é um projeto muito grande e o organizador queria nos tornar grandes, famosos, nomes mundiais e nos dar a oportunidade de obter um lucro muito bom, então todos deveriam ser gratos por isso porque o mundo inteiro escreveu sobre isso e todos se beneficiaram do anúncio desse projeto. Nós concordamos em tudo; qual seria a taxa, o método de pagamento e outros detalhes, recebi um contrato detalhado que assinei”.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM INUSITADO :

Ver mais em Inusitado