Criança deficiente é espancada até a morte: 'traumatismo contuso'


Um garoto deficiente de cinco anos, identificado como Jamarion Delancy, foi espancado até a morte. O caso aconteceu no dia 18 de novembro, no Missouri, nos Estados Unidos. De acordo com informações da polícia ao jornal Mirror, a agressão aconteceu enquanto a mãe da vítima estava dando à luz em hospital. O suspeito de cometer o crime é o padrasto da criança, Yoshua Dallas, que estava responsável por ele na ausência da mãe. 
Jamarion chegou a ser internado em estado grave no hospital em St Louis County, Missouri, mas não resistiu e morreu após um traumatismo contuso "devastador". O garoto ficou com o fígado e o intestino lacerados, uma costela quebrada e hematomas no rosto. 
Ainda segundo o jornal, os agentes que investigam o caso afirmaram que o garoto era cego e tinha dificuldade de locomoção, precisava usar suspensórios nas pernas.
Após a morte do garoto, o padrasto foi preso acusado de abuso ou negligência de uma criança resultando em morte. Ele também vai responder por porte ilegal de arma de fogo. Com a gravidade do ocorrido, a associação policial local chegou a fazer uma página de arrecadação de fundos para ajudar a mãe da vítima. 

Veja também: