Elton John propõe boicote à grife depois de declaração


Elton John começou neste domingo (15) uma campanha de boicote à grife italiana Dolce & Gabbana por conta de declaração negativa de Stefano Gabbana, um dos fundadores da marca, com relação à fertilização in vitro. Gabbana falou em entrevista à revista italiana Panorama que não se sentia convencido pelo que ele chama de “crianças da química, crianças sintéticas”.

(Foto: Divulgação)

Depois dessa declaração, John, que tem dois filhos gerados a partir da técnica, que envolve fecundar um óvulo fora do útero e depois implantar na mulher, se irritou e propôs em sua conta no Instagram, um boicote à marca do ex-casal Domenico Dolce e Stefano Gabbana.O cantor escreveu: “Com que direito você se refere aos meus belos filhos como ‘sintéticos’. E que vergonha de você colocando seus dedinhos cheios de julgamentos na fertilização in vitro – um milagre que permitiu a legiões de pessoas amorosas, gays ou heterossexuais, realizar o sonho de ter um filho. Esse pensamento arcaico está fora de compasso com o tempo, assim como a sua moda. Eu nunca mais vestirei Dolce & Gabbana. #BoycottDolceGabbana”.

Domenico Dolce e Stefano Gabbana, que já foram um casal no passado, apoiaram a família tradicional, formada por homem e mulher. Dolce ainda reafirmou impossibilidade de ser pai por conta de sua sexualidade: “Sou gay, não posso ter filhos”, contou (Foto: Reprodução)

Em resposta à declaração do britânico, Dolce entrou em defesa de seu parceiro de trabalho. “Sou siciliano e cresci com um modelo de família tradicional, formado por uma mãe, um pai e um filho. Mas na minha experiência pessoal, a família tem uma configuração diferente. Esse é o lugar no qual eu aprendi os valores do amor e da família”, explicou, segundo veículos locais.Depois de sua postagem no Instagram, John ganhou apoio de grupos de defesa dos direitos LGBT e também de celebridades, incluindo a modelo Victoria Beckham.