Tensão

Rússia faz exercícios com mísseis e EUA reforça promessa ameaças

Kremlin disse que o teste foi projetado para mostrar a 'tríade' da Rússia

Redação iBahia
19/02/2022 às 17h00

2 min de leitura

Foto: Reprodução/Redes Sociais

O clima de tensão continua a crescer entre Rússia e Estados Unidos. Neste sábado (19), militares russos realizaram exercícios balísticos e de cruzeiro. O presidente russo Vladimir Putin e o belarusso Alexander Lukashenko acompanharam os atos de dentro de um centro de comando.

Segundo informações do g1, um vídeo divulgado pelo governo russo mostram um caça lançando um míssil de cruzeiro do ar, um veículo de lançamento móvel disparando um míssil balístico intercontinental e um míssil hipersônico lançado pelo mar. 

De acordo com o The New York Times, as armas já haviam sido mostradas antes, mas duas foram projetadas para evitar defesas antimísseis dos Estados Unidos.

O Kremlin disse que o teste foi projetado para mostrar a "tríade" da Rússia – lançamentos do solo, ar e mar, que refletem os tipos de armas do arsenal americano. 

Neste sábado (19), a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, reforçou ameaças americanas contra a Rússia. Kamala afirmou que se a Rússia invadir  a Ucrânia novamente, os Estados Unidos e os principais países da Otan vão impor sanções sem precedentes ao país russo.

O premiê britânico, Boris Johnson, fez uma afirmação na mesma linha de Harris.

"Se a Rússia invadir seu vizinho, vamos fazer sanções a empresas importantes de lá. Faremos com que eles não tenham acesso a dinheiro, principalmente por meio do mercado de Londres", disse o chefe do governo britânico.