Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > diversão > carnaval
Whatsapp Whatsapp
De Armandinho a Kannário

Cinco 'pipocas' que viraram tradição no Carnaval de Salvador

Desfiles para a pipoca, que acontecem há anos na folia da capital baiana, são sempre esperados pelos foliões

Julli Rodrigues • 05/12/2023 às 10:40 • Atualizada em 05/12/2023 às 10:53 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

O Carnaval de Salvador tem ampliado o espaço para os foliões "pipoca", aqueles que não saem em blocos ou camarotes e preferem curtir de graça. Na folia de 2023, por exemplo, mais de 80 trios sem cordas saíram às ruas nos circuitos Dodô (Barra-Ondina) e Osmar (Campo Grande), segundo informações do Governo do Estado.


				
					Cinco 'pipocas' que viraram tradição no Carnaval de Salvador
Desfile no Circuito Osmar (Campo Grande) no Carnaval de 2023. Foto: Alfredo Filho / Secom

Muito antes de esse movimento de ampliação da pipoca ganhar força, no entanto, o Carnaval de Salvador já contava com "figurinhas carimbadas" que sempre desfilavam para esse público. São saídas que se tornaram tradição da folia na capital baiana, sendo esperadas pelos fãs em todos os anos. O iBahia listou alguns deles para você relembrar e entrar no clima para a festa de 2024.

Leia mais:

Confira:

Trio Elétrico Armandinho, Dodô e Osmar


				
					Cinco 'pipocas' que viraram tradição no Carnaval de Salvador
Os irmãos Macêdo no Carnaval de 2023. Foto: Alfredo Filho / Secom

Os representantes da tradição do Carnaval de Salvador também são os pioneiros da pipoca, muito antes da criação do modelo de folia com cordas. A atração é comandada pelos irmãos Armandinho, André, Aroldo e Betinho Macêdo, filhos de Osmar, um dos criadores do trio elétrico e da guitarra baiana ao lado de Dodô. Desde o primeiro desfile, em 1951, o trio sai sem qualquer tipo de restrição e atrai foliões de todas as idades. O repertório dos irmãos Macêdo é formado por composições próprias e clássicos de nomes como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Moraes Moreira.

Os Mascarados


				
					Cinco 'pipocas' que viraram tradição no Carnaval de Salvador
A cantora e atual ministra da Cultura Margareth Menezes comandou o bloco Os Mascarados por mais de 10 anos. Foto: Max Haack / Secom

Fundado em 1999, o bloco Os Mascarados também é uma das atrações favoritas da pipoca no Carnaval de Salvador. Tradicionalmente, o trio sai na quinta-feira, no circuito Dodô (Barra-Ondina), e incentiva o público a usar fantasias para resgatar o clima dos antigos carnavais. Durante mais de 10 anos, o bloco foi comandado pela cantora e atual ministra da Cultura, Margareth Menezes, que anunciou seu afastamento após ser confirmada no cargo pelo governo Lula. Em 2023, a cantora Larissa Luz puxou Os Mascarados.

BaianaSystem


				
					Cinco 'pipocas' que viraram tradição no Carnaval de Salvador
O "Navio Pirata" da banda BaianaSystem arrasta multidão no Furdunço de 2023. Foto: Alfredo Filho / Secom

O grupo estreou no Carnaval de Salvador em 2013, mas desde a primeira edição do Furdunço, em 2014, seu trio "Navio Pirata" se tornou uma das atrações mais esperadas da festa, tanto no pré-carnaval quanto na folia oficial. A banda liderada por Russo Passapusso faz um som que mistura elementos eletrônicos com ritmos tradicionais da Bahia, além de influências africanas. Além de ser uma das novas tradições do Carnaval de Salvador, o desfile do BaianaSystem também passou a ganhar as ruas de São Paulo durante a festa de Momo. Em 2023, o grupo desfilou no Furdunço e no circuito Osmar (Campo Grande).

Igor Kannário


				
					Cinco 'pipocas' que viraram tradição no Carnaval de Salvador
O cantor Igor Kannário em desfile no Campo Grande. Foto: Alfredo Filho / Secom

Outra pipoca que já virou tradição no Carnaval de Salvador é a do polêmico ex-deputado federal, revelado como vocalista d'A Bronkka. Desde 2015, ele comanda a Pipoca do Kannário no circuito Osmar (Campo Grande), arrastando multidões no ritmo do pagodão. Ao longo dos anos no comando do desfile sem cordas, o artista se envolveu em imbróglios com a Polícia Militar, chegando a criticar a corporação abertamente no Carnaval de 2020. Em 2023, Kannário saiu no circuito Osmar com um figurino inspirado em Michael Jackson.

Saulo


				
					Cinco 'pipocas' que viraram tradição no Carnaval de Salvador
O cantor Saulo desfilando para a pipoca no Campo Grande, em 2023.. Foto: Alfredo Filho / Secom

O cantor se dedica a desfilar para a pipoca desde os tempos de vocalista da banda Eva, mas foi a partir do Carnaval de 2016 que ele deixou de puxar blocos privados para focar exclusivamente nas saídas sem corda. Desde então, Saulo comanda a Pipoca Doce e a Pipoca das Cores - esta última tem como diferencial o uso de um pó colorido que pinta os foliões durante o percurso. No Carnaval de 2023, o desfile da pipoca de Saulo no Campo Grande foi marcado por um tumulto gerado pela proximidade dos trios do ex-vocalista da banda Eva e do Psirico. À época, o artista disse que iria "repensar" o modelo do desfile.

Leia mais:

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM CARNAVAL :

Ver mais em Carnaval