PM acusado de matar lutador Leandro Lo é preso


Reprodução Twitter / IBJJF

O policial militar acusado de matar o campeão mundial de jiu-jítsu Leandro Lo Pereira do Nascimento foi preso e prestou depoimento à Polícia Civil. Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo (SSP), o caso está sendo investigado pelo 16º Distrito Policial, da Vila Clementino.

Ainda de acordo com a SSP, a Polícia Militar também faz uma apuração administrativa do caso.

Leandro Lo morreu após ser baleado na cabeça em uma briga em um show na noite de sábado (6), na capital paulista. Ele chegou a ser socorrido no Hospital Saboya, na zona sul paulistana, mas morreu horas depois, já no domingo (7).

Famosos lamentam

O lutador de 33 anos recebeu homenagens de artistas por meio das redes sociais. Leandro tinha vários amigos famosos e já havia namorado a ex-panicat Dani Bolina.

O ator João Vicente de Castro publicou uma foto dos dois no perfil do Instagram e desabafou sobre a perda do amigo. “Eu escolho falar de coisas boas. Leandro era um dos caras mais legais que eu conheci, pura energia vital, carisma, lealdade”, escreveu.

Nos comentários da publicação outros famosos lamentaram a morte do atleta como o jogador de vôlei Bruninho, as atrizes Alice Wegmann e Emanuelle Araújo.

“Tristeza”, escreveu Flavio Canto. “Nossa que tragédia…lembro super dele nesse carnaval”, disse Fernanda Paes Leme.

Leia mais sobre Esportes no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias