Mata Escura

Aluno é derrubado e agredido por outros estudantes em escola municipal de Salvador

Agressão, registrada em vídeo por outros estudantes, aconteceu no dia 20 de julho

Redação iBahia
27/07/2022 às 16h37

3 min de leitura
Foto: Reprodução / Google Street View

Um aluno da Escola Municipal Maria Constança, no bairro de Mata Escura, em Salvador, foi derrubado e agredido por outros estudantes do colégio na última quarta-feira (20). A agressão foi registrada em vídeo.

Nas imagens, é possível ver um menino sendo puxado pro outros alunos, que em determinado momento o derrubam com uma “rasteira”. No chão, o estudante ainda leva pontapés na cabeça.

Logo em seguida, uma mulher, que parece ser professora ou funcionária da escola, socorre o aluno. Alguns estudantes dizem que ele desmaiou, mas a informação não foi confirmada pela Secretaria Municipal de Educação (Smed).

Em nota, a pasta informou que que todas as medidas foram tomadas em relação ao fato. O Conselho Tutelar foi comunicado e as famílias dos estudantes envolvidos foram chamados à escola. Segundo a secretaria, o aluno passa bem.

Outros vídeos

Em 2022, pelo menos seis casos de brigas entre estudantes ou ameaças foram registrada na Bahia. No dia 23 de março, um estudante foi ferido com golpes de faca dentro da sala de aula no Complexo Integrado de Educação, em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia.

Em abril, uma estudante esfaqueou outra jovem dentro do Colégio Estadual Helena Celestino Magalhães, no bairro do IAPI, em Salvador. No mesmo mês, alunos do Colégio Estadual Alberto Santos Dumont, em Pirajá, trocaram tapas e socos durante a briga.

Ameaças de um “massacre” assustaram os alunos do Colégio Salesiano Dom Bosco. O texto dizia que o crime seria cometido por uma aluna do oitavo ano da escola.

A direção do Colégio Estadual Raphael Serravalle, localizado na Pituba, em Salvador, suspendeu as provas que seriam aplicadas. O motivo seria uma ameaça de atentado pichada no espelho de um banheiro da instituição. Na pichação estava escrito “Massacre Dia 25/04”.

Em maio, a PM foi acionada após estudantes brigaram dentro e fora do Colégio Estadual Monsenhor Manoel Barbosa, na Boca do Rio, em Salvador. Quatro alunas estavam discutindo e trocaram empurrões e tapas. A briga foi apartada pelos PMs.

No Colégio Integral, instituição particular de Salvador, um aluno do 8° ano do ensino fundamental teria agredido um outro estudante, que está cursando o 6° ano. Após o ataque, o garoto precisou ser socorrido e foi encaminhado para um hospital. O caso aconteceu em junho.

Na terça-feira (26), duas alunas do colégio estadual Clériston Andrade, no bairro de Itacaranha, em Salvador, entraram em briga corporal em uma das salas da unidade de ensino.