Policial civil é preso por balear homem durante briga na praia de Itapuã


O policial civil Eudes de Brito Chagas, 39 anos, foi preso depois de atirar contra um vendedor ambulante durante uma briga na praia de Itapuã, neste domingo (4). Segundo informações da polícia, Eudes tentava apartar uma briga quando baleou Alan Santos Damasceno, 23 anos.

O investigador estava com a namorada em um quiosque na orla, quando Alan e seu irmão, identificado apenas como Alexandre, começaram a brigar na areia. Eudes tentou impedir as agressões e deu um tiro para cima, causando confusão.

Testemunhas foram até a 12ª Delegacia Territorial (DT– Itapuã), que fica próxima do local da briga, e informaram aos investigadores que um homem armado estava dando tiros na praia. Os policiais foram até o local para averiguar a denúncia e prenderam Eudes.

De acordo com a polícia, Alan, que estava aparentemente embriagado, e outras pessoas que estavam nas proximidades da briga, se voltaram contra o policial. Ele afirmou que temia ser agredido e disparou contra as pernas do vendedor. Alan foi encaminhado para o Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, foi medicado e já teve alta.

Investigador da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), Eudes foi autuado em flagrante por lesão corporal e disparo de arma de fogo em via pública e encontra-se custodiado na Corregedoria da Polícia Civil (Correpol), no Rio Vermelho.