Unidades de saúde suspendem atendimento e 14 escolas não têm aulas após tiroteios e morte de suspeito no Nordeste de Amaralina


Foto: Reprodução/TV Bahia

As Unidades de Saúde da Família (USFs) Menino Joel e Sabino Silva, que ficam localizadas no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador, tiveram os atendimentos suspensos nesta quinta-feira (18), por causa dos tiroteios que ocorreram na região nos últimos dias.

De acordo com informações divulgadas ao iBahia pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a decisão foi tomada por questão de segurança. Ainda não há previsão de quando as unidades voltarão a funcionar normalmente.

Além das USFs, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Dália de Menezes está com aulas suspensas desde a segunda-feira (15) e outras 13 unidades da rede municipal de educação não funcionam nesta quinta, incluindo três que liberaram os alunos já na noite na quarta (17), por causa da sensação de insegurança na região.

A situação mais recente aconteceu na tarde de quarta, quando um homem apontado pela polícia como líder do tráfico de drogas do bairro e um outro suspeito morreram após uma troca de tiros com policiais. Uma informação sobre suposto toque de recolher chegou a circular no bairro.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na segunda-feira, um outro confronto entre traficantes e policiais militares assustou moradores. Paredes e portões de casas chegaram a ficar cravados de balas. Não houve registro de feridos e nem presos, mas crianças que estavam no Cmeu Dália de Menezes se jogaram no chão para se protegerem dos tiros.

Confira lista de escolas com aulas suspensas:

• Anita Barbuda

• Zulmira Torres

• Neusa Nery

• Dália de Menezes

• Maria Amália Paiva

• Cristo Redentor

• Vale das Pedrinhas

• Santo André

• Cristo é Vida

• Pedro Nolasco

• Teodoro Sampaio

• Jose Calazans

• Artur de Sales

• Cmei Vale das Pedrinhas

Questionada pelo iBahia sobre a situação da segurança no Nordeste de Amaralina, a PM respondeu, em nota, que o policiamento na região é realizado pela 40ª Companhia Independente (CIPM), que atuam fazendo rondas preventivas ou com acionamento.

Segundo a PM, o patrulhamento também conta com o apoio de equipes da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp Atlântico.

No posicionamento, a corporação ressaltou ainda que qualquer situação que fuja à normalidade deve ser informada pelo 190 ou 181, para que guarnições sejam encaminhadas ao local.

Leia mais sobre Salvador em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.